Arquivo da tag: poesia

Um jegue em Itapevi

Animóvel, conversível de luxo transportando cebola e batata. gente corre, grita, fede a peixe, mamão e alho. cascos carcomidos e encharcados… toma! crianças riem, o couro rasga, a água pesa, o sangue voa, infecta o Ipad da patroa. língua no … Continuar lendo

Publicado em Artigos e Opinião | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Intercambista

A primeira vez que vi Madri Achei que tinha ruas desengonçadas Achei também que o metrô parecia uma rua. Quando vi Madri de novo Achei que suas caras eram muito mais ricas que sua Bandeira (As caras – marrons, amarelas, … Continuar lendo

Publicado em Artigos e Opinião | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Gravidade

Foi ao chão Espatifou-se Pedaços de uma existência Destroços A luz vermelha pulsante, pisca-pisca da vida, parou. Restaram leds partidos ao meio meu ódio misturado com os fios Trinta reais O preço nada tinha que ver entranhas faiscantes que chiavam … Continuar lendo

Publicado em Artigos e Opinião | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Inexistência

Atravessam-me como se eu fosse um espectro. Nulo, imaterial. Imagem, sombra. Sinto-me vazio. Um saco de ossos putrefos envolto em sangue a dançar no baile da inexistência. A luz, em mim, não se reflete. Ultrapassa. Prossegue. Trespassa. Sou incapaz de … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , | Deixe um comentário