Arquivo da categoria: Crônicas

a dificuldade de ser alguém nada incrível

  — e aí, rapaz! há quanto tempo! como é que anda a vida? — opa, vai bem. melhor até do que eu poderia esperar, na real. e a sua? — ah, a minha tá uma maravilha. correria todo santo … Continuar lendo

Publicado em Artigos e Opinião, Crônicas | Deixe um comentário

Em busca de atendimento ginecológico, parte final

Conforme o prometido, continuo a seguir a epopeia iniciada na crônica anterior (que você pode acessar aqui, caso ainda não tenha lido a danada). Vim passar em consulta, por favor. (Eternos segundos de silêncio com olhar de peixe morto em … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , , , | 1 Comentário

Minha primeira consulta ginecológica

      Que é que você está sentindo? Olha, meu peito direito está inchado, como se tivesse uma pedra aqui dentro, dói bastante. Já tomei antiinflamatórios por 15 dias, esperando que fosse uma lesão muscular, mas não desinchou. Hum… … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , , , | 1 Comentário

Microbiografia de si (por si mesmo)

Wilheim já veio ao mundo confuso, nem a mãe tinha certeza de como dizer seu nome. Cresceu em Itapevi, na Grande São Paulo, que de Grande, e de São Paulo, nada tinha além do nome. Morou em favela, cresceu na … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com | 1 Comentário

Trolada de incentivo

“”LINDOOOOOOOOOOOOOO!!!!” Gritou às gargalhadas um grupo de mais ou menos 9 de meninas entuchadas num carro que passou ao meu lado enquanto eu andava cansado, triste e cabisbaixo em direção ao Bandejão da Física na Usp, estava com olhos vidrados … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

¡Loco Destino! (La historia de María, el ladrón, el policía y el juez)

María andaba por la calle sin prestar atención a las personas o las tiendas. Aquella misma mañana había sido despedida de la oficina donde trabajaba. “No es nada personal, María. Es culpa de la economía”, le dijo su jefe.

Publicado em Crônicas, Universidad Complutense de Madrid | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Dois policiais, um marreteiro e muitos coniventes na CPTM

Eram aproximadamente oito e meia da noite de um sábado chuvoso e eu estava num trem da Linha 8 da CPTM em direção a Itapevi. Estava lendo um livro, alheio ao que se passava ao meu redor naquele vagão cheio … Continuar lendo

Publicado em Artigos e Opinião, Crônicas | Marcado com , , , , | 7 Comentários