Microbiografia de si (por si mesmo)

Wilheim já veio ao mundo confuso, nem a mãe tinha certeza de como dizer seu nome. Cresceu em Itapevi, na Grande São Paulo, que de Grande, e de São Paulo, nada tinha além do nome. Morou em favela, cresceu na Cohab e da infância sente saudade, principalmente, de jogar videogame até os dedos doerem e, depois, para relaxar, sair de mão dada com as namoradinhas. De mão dada em mão dada, virou pai antes de deixar de ser filho. E, hoje, as mãos que segura nas ruas têm apenas 3 aninhos e foi ele mesmo quem fez. Protótipo de gente, Wilheim estuda jornalismo, não gosta de chuchu e seu maior prazer é contar histórias.

6983_455761544471888_433075810_n


(Texto escrito em 07/03/2013, resultado de um exercício no qual tinha de escrever uma microbiografia sobre mim mesmo, em terceira pessoa, em 8 linhas de uma folha de caderno grande e com tempo de 20 minutos para pensar.)

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Microbiografia de si (por si mesmo)

  1. Rogério disse:

    Gostei muito primo, hoje temo orgulho de você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s