Planeta Quadrilátero

Este texto foi inspirado na música Brasil com P, do compositor GOG. Tentei escrever de maneira semelhante, utilizando o maior número de palavras com ‘p’ ou ‘q’.

—–

Já parou para pensar que o mundo inteiro possui quadriláteros espalhados por toda a parte?

Pode parecer pouco importante, porém é uma particularidade preocupante. Nós somos uma população de ex-quadrúpedes sem patas que precisaram se adaptar e permanecer em pé para sobreviver. Os vestígios de nossa herança quadrada estão presentes e são claramente perceptíveis.

Possuímos pontes quadradas, portões quadrados, pinturas quadradas, poesias quadradas, mapas quadrados e, por acaso, a maior parte dos imperadores e presidentes capazes de propagar novas idéias, como por exemplo, paz, compaixão e produtividade, fizeram o oposto e espalharam pobreza, incompreensão e desespero através da sua quadradagem milenar.

Por que esperar, em vez de aproveitar para pôr um fim nesta política predominantemente quadrada? Por que prosseguir com esse pensamento que somente nos possibilita mais problemas produzidos pela perda de nossa liberdade de expressão? Poxa, para que tantos parâmetros?! O planeta é redondo, paremos de enquadrá-lo!

Perdoe-me pela imprudência, prezado leitor, de lhe expor estes perturbadores dados sem antes lhe preparar uma exposição plausível de idéias e projeções. Só que eu me cansei de procurar respostas sozinho e acho que este perturbador tema precisa participar de discussões populares. O que está em pauta é a nossa privilegiada capacidade de abandonar uma posição imutável e promulgar novas proporções bilaterais, triangulares e até mesmo poligonais! É por isso, pessoal, que peço o vosso apoio nessa permanente batalha contra essa prepotente quadradagem ideológica.

Pensem e admitam, pelo menos por um instante, que passar a vida agindo quadradamente (desculpe-me pela expressão) é uma puta perda de tempo.

Espero que o poderio deste povo tenha a disposição patriótica para transformar, progressivamente, este cotidiano popular uniforme e que possa despejar sobre o futuro uma plena perspectiva de esperança.

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s