Maldita Experiência

A toda entrevista que eu vou, alguém sempre me pergunta: “Qual é a sua experiência?” Que experiência é essa que todo o mundo deseja? Querem saber qual minha experiência de vida? Quantos cursos eu já fiz? Em quais faculdades sou graduado?

Já joguei bola durante um dia chuvoso;
Já tomei sorvete de morango com cobertura de abacaxi em pleno inverno;
Já me fantasiei de bruxo em frente ao espelho e proclamei feitiços imaginários;
Já me machuquei tentando ajudar o meu irmão a salvar um passarinho perdido;
Já deixei de amar a mulher mais bela e interessante por ter vergonha de dizer: — Oi;
Já fui um garoto apaixonado, um rapaz desiludido e um homem enamorado;
Já desejei que o mundo parasse, só para que eu pudesse observar crianças brincando com um cãozinho na areia da praia…
Já errei com amigos e nunca mais pude corrigir;
Já me lambuzei fazendo aposta de bola de chiclete;
Já tomei bronca por não fazer o dever de casa;
Já chorei de felicidade e tristeza;
Já aprendi que na vida nada é impossível;
Já descobri que, tudo o que eu quiser, posso conseguir se eu desejar e realmente me esforçar ao máximo para isso;
Já comi salada de agrião com espinafre e picles;
Já plantei uma árvore no quintal do meu jardim. Vi a danada crescer, desenvolver-se e hoje é uma grande jabuticabeira, que esconde muitos segredos em cada um de suas folhinhas…
Já errei muito, no entanto, graças a estes erros, acertei muito mais!
Já me escondi do bicho papão nas noites de trovoadas;
Já li sobre Robinson Crusoé e seu amigo Sexta-Feira;
Já quis me esconder num buraco e nunca mais sair. Porém, descobri que fugir não resolve;
Já percebi que o mundo não é só meu, mas também não pertence a todo o mundo;
Já senti o coração disparar só de ouvir o nome da pessoa amada;
Já perdi as contas de quantas vezes me deixei observar o pôr-do-sol somente para sentir aquela sensação de pertencer aos céus…
Já me declarei para a Lua e essa, por pura vaidade, me deixou sem resposta;
Já arremessei pedrinhas no mar para poder observar as ondas que elas faziam e me perder em meio a toda sua imensidão…
Já menti, rezei, amaldiçoei, abençoei, amei, odiei, quis não ter nascido, desejei nunca morrer; corri como um louco para chegar a lugar nenhum e demorei demasiadamente para chegar onde eu nem esperava;
Já ouvi “eu te amo” e fiquei paralisado como uma estátua sem saber o que dizer;
Já disse “eu te amo” e fiquei a espera de uma resposta que não vinha;
Já fui um grande piloto de aeronaves de papel;
Já descobri que o valor de tudo só é descoberto depois que perdemos;
Já perdi para ganhar e ganhei para perder;
Já deixei de ser eu mesmo para ser um estranho;
Já escrevi 33 “Já” neste texto e não me arrependo de nenhum;

Se possuo experiência?

Como é possível ter experiência se todo dia as coisas se renovam e mudam de forma, atitude e razão. Se a cada dia conhecemos novas pessoas, idéias e conceitos diferentes. Eu sou uma pessoa diferente da que eu era a semana passada. Ser mãe ou pai é estar sempre aprendendo e conhecendo um mundo novo e mágico!

Você ainda quer saber qual é minha experiência? Quer dizer que tudo isso é em vão? Pois que experiência é essa que vocês tanto querem? Finalmente dou a resposta a esta pergunta que me fazem: eu sou um grande inexperiente! E vou ser até os últimos dias de minha vida!

Pois se tem algo que aprendi nessa inexperiência foi que quanto mais eu aprendo, descubro que menos eu sei! Quero aprender todos os dias e melhorar minha forma de agir, pensar e amar. Para isso, não posso me limitar somente ao que sei, mas sim a tudo que ainda posso e vou aprender!

Seja um grande inexperiente e deixe-se levar pelo desconhecido! Não tenha medo, pois o medo é só uma “experiência” que não deu certo.


Texto escrito em 2005

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Maldita Experiência

  1. Karin disse:

    Que tal um “eu sou amigo do Gilberto”, como experiência?

  2. Hehe, muito obrigado, Amanda. Na verdade, a falta de experiência me atrapalhava bastante em 2005, quando escrevi o texto. Hoje a situação tá mais suave ;D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s