Mundo Digital

Hoje a Internet faz parte de nosso dia-a-dia. Segundo uma pesquisa do Instituto Nacional de Desenvolvimento Digital, o brasileiro passa, aproximadamente, 6 horas diárias navegando neste excepcional veículo de informações.

Com a Internet, barreiras culturais foram quebradas, ideologias disseminadas e mensagens eletrônicas superam, em números expressivos, até mesmo os telefonemas em certas regiões do país.

Contudo, qual é o limite de seus benefícios? A partir de que ponto este meio torna-se um malefício? Apesar de todas as maravilhas que nos proporciona, a Internet trouxe consigo novas preocupações.

Por meio dela, pode-se roubar dados pessoais e oficiais com uma facilidade impressionante. Crackers, especialistas da computação que cometem crimes na rede utilizando programas, copiam informações sigilosas de usuários online e as manipulam ao seu bel prazer.

O material pornográfico expandiu-se expressivamente em todo o mundo e vícios inexistentes surgiram para aterrorizar aos psicólogos.

Programas de mensagens instantâneas tomam o nosso tempo, jovens viciam-se em jogos online que desconhecem limites e, crianças que antes jogavam bola e liam quadrinhos, hoje rodam “peão virtual” e gozam de jogos de futebol que exibem atletas com fisionomias quase reais.

Além disso, o computador tornou-se um refúgio. Ao inventar nomes fictícios e passar horas conversando com pessoas desconhecidas, busca-se uma fuga da realidade, um alojamento no “mundo virtual”. Um mundo que “ultrapassa” os limites do possível, onde os sonhos podem ser “alcançados”. Um lugar onde não há prisões, pois o anonimato é um trunfo.

Por fim, a Internet é uma ferramenta excelente e fundamental para o desenvolvimento da humanidade. No entanto, devemos nos lembrar de que horas de mensagens instantâneas trocadas jamais suprirão as necessidades de uma boa conversa com os amigos e um “clique” nunca terá a eficiência de um beijo ou um abraço. A Internet surgiu para auxiliar-nos, e não o contrário.

Texto escrito em 31 de julho de 2006.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos e Opinião e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s